Três coisas que você precisa fazer ao descobrir uma traição.

 

Você descobriu que está sendo traído ou traída, talvez por um celular por uma informação que chegou até você ou pior diante dos próprios olhos.
Portanto, o sentimento de raiva misturado com tristeza com vontade de vingança é um turbilhão de emoções que você precisa
tomar muito cuidado com as suas reações.  Para não piorar algo que já é péssimo, muito ruim, como agir e como reagir.
Primeiramente, você tem que saber é o seguinte:
Não tome nenhuma decisão agora, isso é muito importante. As piores decisões que nós podemos tomar na nossa vida são decisões impulsivas, forjadas por emoções negativas como raiva, ódio, tristeza, depressão, ansiedade e desejo de vingança no momento de descobrir uma traição.
Porém, o momento imediato, os dias imediatos, até mesmo a semana ou duas não é o melhor momento de você tomar uma atitude.
Você precisa deixar com que o turbilhão das emoções seja acalmado pra que você então volte a retomar o seu racional, acima do seu emocional. E você precisa de tempo pra isso!
Você tem todo o direito de se afastar da pessoa, se refugiar, pedir que a pessoa se afaste de você.
Precisa se refugiar num lugar ou com pessoas que entendam, que não vão ficar enchendo a sua cabeça de conselhos errados.
Você precisa se refugiar para você, cuidar de você neste momento. 
Afinal, você talvez seja a única pessoa que está pensando em você agora, já que o traidor não pensou em você. Colocou a si mesmo o primeiro lugar.
Então, não tome nenhuma decisão precipitada.
Neste momento, busca voltar ao seu racional, tão logo você consiga sentir que você passa esse momento da fúria inicial.
Você então, tem que começar a analisar o que realmente aconteceu.
Eu sei que isso é um processo difícil, especialmente nos dias imediatos após a descoberta. Mas você tem que sair do meio emocional da situação de vítima.
Você tem que olhar com olhos críticos o que realmente aconteceu, porque existem vários tipos de traição.
Eu não estou aqui dizendo que nenhum é boa, ou melhor ou pior que a outra. Mas muitas pessoas conseguem depois avaliar o que aconteceu e conduzir essa traição.
Muitas conseguem aprender lições valiosas e restaurar o relacionamento, outras já não conseguem, não encontram dentro delas a força para suportar e para reconstruir um relacionamento que elas acham que é impossível de continuar uma vez a confiança tendo sido quebrada.
Mas isso é uma decisão racional que você tem que tomar após avaliar os dois lados, tanto onde houve erros da sua parte, onde houve
erros da outra parte.
Quais foram os erros de ambas as partes e terceiro você precisa também recorrer ao poder da fé.
Sabe, pouca gente se lembra que Jesus também foi traído, até essa dor ele sentiu, a dor da traição.
Ele foi traído por um de seus discípulos, um dos seus mais próximos mais íntimos. Ele sabe o que é a dor da traição, e ele pode te ajudar neste momento.
Se você usar da fé, se você recorrer a Deus nesse momento que você está aí gemendo, triste e amargurado com raiva, com pensamentos a mil na sua cabeça, tanto de fazer algo, uma besteira contra a pessoa que te traiu ou contra a terceira pessoa ou contra si mesmo.
Se você olhar para o alto e pedir uma luz aquele que já foi traído mas tirou forças, tirou lições, que tirou algo positivo dessa traição,
você também poderá receber forças.
Experimente, você não precisa ser uma pessoa religiosa para você buscar forças da pessoa do Senhor Jesus do exemplo dele.
Ele foi traído por Judas e, você pode aprender da forma que ele lidou com isso, há também se recuperar dessa situação.
Texto: Fabio Nunes motivação